terça-feira, maio 10, 2011

Um texto sobre o meu primeiro computador e como eu conheci a internet...

Todo mundo que lê esse humilde blogue e que tenha entrado em contato com a internet em meados dos anos 96 sabe uma coisa ou outra sobre hackers. Não sei se vocês lembram, mas teve uma época que sites especializados em hackers eram “modinha”, assim como pirralhos desocupados querendo ser piratas internetianos e os Geloucos e Yo-Yos da Coca Cola também...

Eu levo a vida da seguinte maneira: Tudo o que as pessoas falam que não presta, eu preciso experimentar pra saber se é verdade. Eu também fui um pirralho com malicia de ser um super gênio do crime cibernético, tive presença memorável nas fileiras de pseudos hackers infantis. Mas pra começar a contar essa história, tenho que voltar no tempo. Voltemos precisamente 14 anos, quando os tiranossauros dominavam a terra e o Xbox 360 ainda não existia.

Quando o primeiro computador chegou lá em casa nós praticamente soltamos foguetes pra comemorar. A chegada da internet então nem se fala, foi um evento digno de comemoração, fotos de família e convidados surpresa. Tendo em vista que esse maravilhoso acontecimento iria mudar basicamente tudo: aprendizado, entretenimento, meios de socialização e por aí vai... Esse acontecimento foi tão marcante que eu, que sofro de perca de memória, ainda consigo lembrar. (falo sério, não sei nem o que comi ontem ao meio dia..)

Se a minha memória não me falha tudo começou em 1996 quando o computador chegou, passamos um ano jogando paciência e aprendendo a lidar com o wordpad. Em uma bela tarde do ano de 1997 (um ano depois :O), segunda-feira pra ser mais preciso. Tudo mudou! Minha mãe resolveu colocar uma linha telefônica em casa, e de quebra a internet vinha junto.. Eu nunca tinha entrado na internet antes, também tinha apenas 7 ou 8 anos, eu fazia o que todas as crianças sem essa tecnologia faziam: brincava na rua, corria, cortava os joelhos e chorava pra caralho. Quando minha mãe anunciou que iriamos ter internet eu larguei todas as antigas brincadeiras e fui direto para aquele “estranho” computador, estranho porque era um K6 500 Duron (Alguma coisa assim, alguém lembra disso?) um presente dos deuses gregos para à classe média brasileira.


Microprocessador AMD K6

Os computadores de antigamente eram tão toscos e sem funcionalidades como as filas dos hospitais da rede publica aqui do nosso querido Brasil. Depois que surgiu a internet tudo isso mudou.

Eu sei que não existe nada mais emocionante do que o primeiro computador, todos aqueles jogos, editores de texto, 250 MB de espaço no HD, 32MB de RAM e gravadores de áudio tão safados que na época me faziam rir a toa. Não sei vocês, mas no começo eu achava tudo lindo e maravilhoso, mas depois não via nenhuma diferença entre o wordpad e o meu caderno, entre o joguinho paciência e o meu baralho de truco, ou até mesmo entre o campo minado e as brincadeiras de pique-esconde com a galerinha da rua... Ou melhor, tinha uma única diferença: brincar na rua não gastava tanta luz.

Por isso eu volto a bater na mesma tecla: a internet mudou tudo! E tudo começou com a invenção da famosa placa fax modem. Esta que provavelmente foi uma das melhores invenções humanas de todos os tempos, é lógico que ela perde para a invenção do formato de áudio MP3 e para as câmeras digitais, mas esse é outro assunto.

Depois que eu conheci a internet eu descobri que existia um mundo inteiro me agurdando do lado de fora da minha casa. Um mundo, que embora eu não soubesse na época, tentaria a todo custo me vender Viagra, instalar vírus no meu pequeno HD, e mudar a página inicial do meu querido navegador.

É claro que a internet era interessante e promissora, mas eu estava muito mais ocupado brincando de pega o ladrão com a galera da rua. Até que uma hora as brincadeiras de rua perderam o seu apelo sentimental. Foi aí que resolvi me aventurar internet adentro.

Logo descobri que a internet era tão mal programada quanto as minhas aulas da faculdade, eu até hoje acredito que a internet foi criada por alguém muito egoísta que não queria deixar você encontrar nada nela. Existiam poucos sites de buscas, e os que se arriscavam eram tremendamente horríveis. Ainda bem que inventaram o Google. Procurar coisas no yahoo era uma perca de tempo..

Na época eu era um rapazinho muito esperto, e os obstáculos que os sites de buscas mal programados criaram na minha vida não me impediram de me meter de cabeça e porque não dizer de corpo inteiro no mundo virtual.

P.S: Essa semana eu juro que vou postar um texto diretamente do meu antigo K6 500 com fax modem, placa multimídia e HD de 250 MB (pasmem, eu ainda tenho ele em casa...).

that's it! good luck to me…


1 Reaction to this post

Add Comment
  1. Anônimo disse... 12 de maio de 2011 16:40

    Vai dizer que tu ainda tem Internet Discada ainda também!! hahaha... com o Mirk ainda istalado e tudo!! hahaha

    Beijos... Bine

Postar um comentário

Seguinte!!

Algumas dicas Básicas:

* Discussões que não tem nada a Ver com o Post não serão aceitas

* Por Favor, sem Xingamentos

* Não peça Ajuda a Sua Mãe Para Comentar AQUI!!

* Pra comentar é muito fácil. Basta escolher o perfil escrever o que quiser e enviar o comentário pra mim :) Simples né?

Nota: Todos os comentários dessa postagem não refletem a opnião dos administradores. O sistema de comentários é uma forma de comunicação da equipe com os usuários.

LEMBRANDO: VOCÊ PODE ME SEGUIR NO TWITTER CLICK AQUI

Não me responsabilizo pelas coisas postadas aqui...

Related Posts with Thumbnails