quinta-feira, maio 05, 2011

Um texto sobre Dragon Ball Z e como chutar a bunda dos adversários..

Depois da notícia que o Osama morreu, eu me lembrei do dia em que as torres gêmeas caíram, mais precisamente do que eu estava fazendo naquele momento. E a primeira coisa de que me veio a cabeça é que só pra variar eu tava vendo Dragon Ball Z. Quem nunca perdeu tempo com esse desenho que atire a primeira pedra.


Mas a linha nessa porra de desenho é provavelmente a coisa mais previsível e jamais imaginada pela mente humana e alienígena, com exceção do filme Titanic "putaquepariu moçada, um filme sobre o mais famoso naufrágio na história, como será que ele acaba?" ):

Existe um personagem nesse desenho com um nome perigosamente pornográfico para crianças de 12 anos (ou mais, ou menos..) saírem gritando pela escola: Gokuuuuu. Ele é muito fodão e tal. Aliás, ele não apenas é fodão, mas ele é o mais fodão de todos os fodões DO UNIVERSO. Exagero é a palavra-chave, então dizer que o cara é o melhor lutador do país ou do mundo não é legal. Tem que ser DO UNIVERSO. Não basta ganhar, temos que humilhar o adversário.

Apesar de ele ser o lutador mais forte e foda do cosmo (o que torna a competição injusta para qualquer um que esteja dirigindo qualquer coisa menos agressiva que um tanque de guerra americano contra ele), os criadores enfiam pela nossa goela a mesma história todos os episódios: Alguém mais forte que o cara forte chega, chuta o balde de merda no ventilador e "todo mundo” morre, todo mundo mesmo. Ele tem que matar TODAS AS PESSOAS DO MUNDO e, se possível, explodir o planeta no final.

De onde a porra desse outro cara mais forte apareceu, considerando que o Goku era supostamente o cara mais forte do plano existencial, eu sinceramente não sei. Provavelmente surgiu de algum desses lugares inventados ou inexistentes, como São Luiz Gonzaga, Bósnia ou de um TT insignificante no twitter.

O objetivo do desenho é o seguinte: Caras mais fortes chegando e chutando as bolas da galera. É que nem no seu tempo do primário, com exceção que você não voava, e nem soltava magia.

E claro que existe um padrão pra essa história pra boi dormir acontecer: O padrão do "cara mais forte" nunca muda. Vejam alguns exemplos:

A) Um Robô
Bando de filho da puta que estão sempre esperando para dominar geral. E matar toda a raça humana.

B) Um Alien
Eles são sempre malvados. Acho que existe uma lei universal que diz que em todos os filmes, desenhos e comunidades do Orkut os aliens precisam ser malvados.

C) O filho de um personagem que veio, olha só que original, do futuro.
Porra, os caras já colocaram ETs e androides no negócio. Se o objetivo é fazer o mínimo sentido possível, por que não ir até o fim não é mesmo? Adicionando viagens temporais no desenho fica fácil.

D) Um, tcharãnnn, ROBÔ ALIEN.
Nossa, me diz se isso não é a coisa mais criativa do caralho que você já viu? Além de lançar mão dos maiores clichês da história do cinema, eles uniram os dois produzindo uma fantástica nova espécie.

Se bem que, num desenho como esse que tem as bolas roxas e super macacos gigantes espaciais, viagem no tempo, novas espécies e ETs parece algo normal.

Existem coisas que não podemos esquecer... É lógico que estou falando da clássica reviravolta "inimigo-filho-da-mãe-que-vira-amigo". Não me levem a mal rapaziada, é até um tema interessante, quando não acontece duzentas vezes por episódio. Se torna muito óbvio: se o Goku tá chutando os eggs de alguém no episódio de hoje, amanhã eles estarão treinando juntos para salvar a Terra do terceiro "cara mais foda”. Aí aparece o cara forte da semana (sim, porque toda semana tem um novo..), um robô samurai bissexual mutante mãe solteira de atriz e modelo dos produtos da natura, e tenta destruir a Terra de novo. Semana que vem ele tá treinando junto com os outros dois, e aí chega um bicho rosa comedor de chocolate que eu até hoje não consegui identificar o que ele é, mas é claro que você já sabe o que vai acabar acontecendo né? Sim ele vai treinar junto só pra variar...

E ao mesmo tempo em que a história corre super-rápida, existem momentos em que ela vira uma enrolação pura, ou como minha vó dizia “pra que encher tanta linguiça?”. Um desenho de 30 minutos ou mais perde 5 minutos explicando qual bagaça que o Goku está chutando, os outros 25 minutos são preenchidos com explosões mega fodonas. Vai dizer que não agora? Sabe quantos personagens de Dragon Ball são necessários pra arrumar a sua geladeira estragada em casa? Só um, mas pode esperar, pois vai demorar uns quatro ou cinco episódios pra isso acontecer.

Os bad guys se tornam bons apenas porque não têm nada melhor pra fazer. Não é incrível? Os criadores desse desenho abandonaram qualquer esperança de dar sentido a essa porcaria e nem se preocupam mais em dar motivações aos personagens. Vai ver foi por isso que acabou..

Melhor assim...


2 Reactions to this post

Add Comment
  1. Nappa_ disse... 26 de junho de 2011 11:40

    Eu concordo que tem clichês demais em DBZ, mas não digo que o anime seja ruim. Por exemplo em Power Rangers eles seguem a mesma receita todo episódio, em DBZ apesar da repetição de algumas coisas não faz tanto uso disso como poderia. Se compararmos com animes de hoje, vide Bakugan e outros, ele supera fácil eu diria.

  2. Anônimo disse... 1 de abril de 2012 00:03

    cala-se, dragon ball é dragon ball, nada muda isto é religião z-ismo.

Postar um comentário

Seguinte!!

Algumas dicas Básicas:

* Discussões que não tem nada a Ver com o Post não serão aceitas

* Por Favor, sem Xingamentos

* Não peça Ajuda a Sua Mãe Para Comentar AQUI!!

* Pra comentar é muito fácil. Basta escolher o perfil escrever o que quiser e enviar o comentário pra mim :) Simples né?

Nota: Todos os comentários dessa postagem não refletem a opnião dos administradores. O sistema de comentários é uma forma de comunicação da equipe com os usuários.

LEMBRANDO: VOCÊ PODE ME SEGUIR NO TWITTER CLICK AQUI

Não me responsabilizo pelas coisas postadas aqui...

Related Posts with Thumbnails