quinta-feira, maio 19, 2011

Maldita inclusão digital e os e-mails indesejados que recebemos todo dia..

Eu uso a internet a mais ou menos 13 anos, e me lembro bem que a “velha” rede parecia infantilmente inocente no começo de tudo: salas de bate papo no terra com pessoas bem humoradas, animações em flash tão mal feitas que chegava até dar uma dor no rim esquerdo, contas no bol-mail com vários PPTs de ursinhos e anjinhos te desejando paz, saúde e muito amor...

Mas aí um belo dia o sol se pôs, pelo menos pra mim, e eu comecei a notar que havia algo sombrio nesse “negócio digital”. Violência excessiva, pornografia nauseante, animações em gifs e flash com sustos que fazem você praticamente querer jogar fora o seu coração, isso sem contar que os anjinhos e os ursinhos ainda continuavam distribuindo amor e esperança para os corações internetianos.

Certa feita eu vi umas fotos no site assustador.com (quem nunca entrou lá não é mesmo?) de uns fantasmas malucos que você não conseguia encarar por mais de 3 segundos sem morrer de medo, vi fotos de alguns infelizes mortos e empilhados como se fosse uma pilha de lixo. Uma vez vi um vídeo de um soldado arrancando a cabeça de um prisioneiro que creio eu era árabe. Já vi meio descrente de que aquilo era verdade, um vídeo onde uma garota comia com toda boa vontade do mundo um pote de merda fresquinha “tirada na hora”. E com certeza vocês também viram ou conhecem alguém que viu..

Estes são apenas alguns exemplos das coisas que já presenciei graças à minha vida digitalmente evoluída.

Chega uma hora que você até se acostuma com isso. Mas pensando bem, falar “se acostuma” faz parecer que você aceita ou aprova esse negócio de bizarrice na internet. Eu costumo dizer que a minha exposição a essas coisas me fez perder um pouco da minha sensibilidade na vida real. E, por isso, sempre acho que nada mais vai conseguir me chocar. Na verdade eu achava isso antes de assistir esse video. Veja e me diga: você não ficou PERTURBADO?



Pra você que pulou o vídeo e veio direto para esse novo parágrafo, eu só tenho a dizer: Você é um fraco!
Esse vídeo usa e abusa dos efeitos sonoros, já que a qualidade é péssima (propositalmente, eu acho). Não pesquisei muito sobre o vídeo, mas sei que o nome é Rubber Johnny, feito e produzido pelo cineasta inglês Chris Cunningham. Se quiser saber mais sobre ele é só jogar no pai da internet moderna que ele te mostra todos os caminhos a seguir.

Se você que me mandou esse vídeo por e-mail estiver lendo o blog agora, eu desejo que sua pele se desgarre do seu corpo e seu coração pare de bater lentamente, seu filho da mãe!!


1 Reaction to this post

Add Comment
  1. Anônimo disse... 19 de maio de 2011 15:41

    Entendi nada dessa porra de vídeo. EUHAUIEHAIUEHAIUHA

Postar um comentário

Seguinte!!

Algumas dicas Básicas:

* Discussões que não tem nada a Ver com o Post não serão aceitas

* Por Favor, sem Xingamentos

* Não peça Ajuda a Sua Mãe Para Comentar AQUI!!

* Pra comentar é muito fácil. Basta escolher o perfil escrever o que quiser e enviar o comentário pra mim :) Simples né?

Nota: Todos os comentários dessa postagem não refletem a opnião dos administradores. O sistema de comentários é uma forma de comunicação da equipe com os usuários.

LEMBRANDO: VOCÊ PODE ME SEGUIR NO TWITTER CLICK AQUI

Não me responsabilizo pelas coisas postadas aqui...

Related Posts with Thumbnails