quarta-feira, abril 20, 2011

Eu gosto mesmo é quando o mundo se explode..

Se eu for falar sobre filmes aqui com vocês, não posso ter meu gosto levado muito a sério. Existem diversos fatores pra isso. Vamos a eles: Eu não ligo pra clichês, pra mim eles não estragam o filme. Eu posso ver um filme inteiro e no final perguntar pra alguém porque aquele cara matou todo mundo e não foi preso, mesmo que eu já saiba o motivo. Pergunto só pra confirmar. Mas o que me atrai mesmo pros cinemas são filmes em que o nosso querido planeta Terra vira um monte de poeira espacial. Acho que sou meio que viciado no caos.

Que fique claro que não estou me referindo à filmes de ficção científica nos quais um simples raiozinho laser dá fim no planeta todo em três segundos. Esses são chatos pra caralho, não dá tempo de ver as pessoas queimando, os prédios desabando e monumentos se fodendo todo. Gosto mesmo é daquele estilo 2012, onde os edifícios explodem em chamas gigantescas, carros voam como se a lei da gravidade tivesse sido esquecida e famosos pontos turísticos vão derretendo e viram cinzas.

E por falar nos pontos turísticos. Fico todo bobo quando vejo um efeito especial transformar um monumento em montes de metal retorcido e pó de cimento. Bacana né? Já perdi a conta de quantas vezes vi a estátua da liberdade perder a cabeça (literalmente) e terminar o filme como um mero montinho de sujeira. Os monumentos americanos são os melhores pra se destruir. Já pensou a ponte Golden Gate retorcida circularmente, na forma de uma roda gigante? Se eu fosse mais influente eu teria dado essa ideia pro Magneto no filme X-men 3. Ia ser uma beleza. Mas existem coisas que não consigo entender.. Porque a Torre de Pisa, o Arco do Triunfo ou a Torre Eiffel sempre ficam de pé depois de uma visitinha dos extraterrestres portando armas de destruição em massa? Diretores e cineastas de plantão: Acabem com elas também porra!

Os melhores filmes de apocalipse eminente da humanidade que já vi, não contavam com a participação especial de nenhum alienígena (não gosto deles). Na verdade tudo acontece por culpa nossa mesmo, a ameaça vem de nós mesmos, muitas vezes em forma de ogivas nucleares super fodas e mega destruidoras. É o caso da trilogia Exterminador do Futuro, filme que além de ter me fascinado pelo enredo, me fez pirar pelos foguetes disparados no começo, no meio e no final. Mas não só de bombas se faz uma destruição em massa meus amigos. A história do exterminador é tão bacana que me fez pensar: A humanidade é burra mesmo!! Se fodeo por ter inventado robôs autossuficientes demais, assim os seres humanos se tornaram desnecessários. Os robôs acabaram eliminando boa parte da população mundial. Esse filme é bom...

Pode parecer um puta clichê isso, mas filmes de desastre precisam ter muito mais do que somente caos. Não basta ter pessoas apavoradas, correndo e gritando pra todos os lados, explorando e virando churrasquinho. Também é preciso que haja pessoas apavoradas, correndo, gritando, saqueando, pulando de edifícios (como se isso fosse ajudar), voando, tomando um puta choque, pegando fogo e também dando aquela rapidinha, claro! O planeta tá acabando mesmo aí é melhor aproveitar antes, né?


0 Reactions to this post

Add Comment

    Postar um comentário

    Seguinte!!

    Algumas dicas Básicas:

    * Discussões que não tem nada a Ver com o Post não serão aceitas

    * Por Favor, sem Xingamentos

    * Não peça Ajuda a Sua Mãe Para Comentar AQUI!!

    * Pra comentar é muito fácil. Basta escolher o perfil escrever o que quiser e enviar o comentário pra mim :) Simples né?

    Nota: Todos os comentários dessa postagem não refletem a opnião dos administradores. O sistema de comentários é uma forma de comunicação da equipe com os usuários.

    LEMBRANDO: VOCÊ PODE ME SEGUIR NO TWITTER CLICK AQUI

    Não me responsabilizo pelas coisas postadas aqui...

    Related Posts with Thumbnails