quarta-feira, setembro 29, 2010

Top 10 Rockers que são melhores que Elvis

De cara, quero dizer que esta lista não pretende falar sobre Elvis Presley. Eu estava apenas me divertindo um pouco com o título afim de gerar algum interesse e emoção de vocês queridos leitores, mas eu sou um fã de Elvis e sei do seu impacto, popularidade e sucesso e isso meus amigos não pode ser negado.

Mas vamos enfrentá-lo, quando foi a última vez que você ouviu alguém cantando uma música de Elvis escrita por Elvis? A resposta é "não sei", porque Elvis não tinha o costume de escrever. Na verdade, ele teve sucesso com canções escritas por alguns dos artistas nesta lista (e eu acho isso o máximo). Isso não quer dizer que escrevendo sua própria música o cidadão não vai fazer sucesso, é claro que vai, basta se dedicar...

Seus defensores argumentam que ele foi um grande arranjador, e que com seu estilo eclético mudou a sua época influenciando alguns dos músicos abaixo.

Mas para montar esta lista dos pioneiros do rock and roll, eu queria olhar para além da obrigatoriedade, por isso vocês vão ver alguns artistas não tão famosos assim.

Espero que gostem e concordem com a minha seleção, e como sempre, deixe o seu comentário mostre que você tem opinião!

10 Link Wray




Conhecido como o "padrinho do acorde de energia", Fred Lincoln Wray fuzz Jr. sozinho com sua distorção abriu os caminhos para as massas,e digo mais, sem saber ele abriu as portas para heavy metal.

Quando lançado, foi banido em algumas rádios devido à sua "imagem violenta", o que é uma façanha, considerando que não há letras em suas músicas! Apesar da falta de airplay, saltou para o número 16 nas paradas pop, mas o mais importante disso tudo, ele tinha uma grande influência sobre deuses da guitarra do mundo moderno e estrelas como Eric Clapton, Jimmy Page, Bob Dylan, Ray Davies, Jimi Hendrix, Jeff Beck e Neal Young, para não mencionar os beatles Lennon e McCartney.

Eu não consegui localizar um clipe bem vintage dele tocando ao vivo, e apesar de gravações mais recentes existirem, eu escolhi a característica original do estúdio de gravação, assim podemos apreciar melhor a música no seu contexto.

9 Duane Eddy ou Eddy Duane (como quiser)




Assim como Link Wray esse parece ter mais apelo para os fãs de uma natureza delinquente, Eddie Duane era considerado um bom rapaz, todo certinho chegava a ganhar estrelas de melhor aluno na classe.

Eddy tinha um estilo de tocar guitarra exclusivo era de arrancar e dobrar as cordas de baixo no alto do pescoço para formar melodias e notas únicas, tudo isso reforçado com os “tremilicos” da guitarra e efeitos de eco, ele ganhou o apelido de "King of Twang", e sua influência pode ser ouvida anos mais tarde por artistas, como George Harrison, John Fogerty, e Bruce Springsteen, para citar apenas alguns.

Seu som é meio fora da lei, faroeste mesmo, com acordes que lembram os índios apaches, tem características fortes e acompanhamento frequente de um saxofone.

Seu álbum de estréia 1958 foram 'Twangy' Guitar - Will Travel montou os gráficos mais de um ano, tornando-o uma das estrelas do ano o que o fez ter sucesso no mercado de LP.

Este álbum deu cinco singles instrumental incluindo seu sucesso mais conhecido Rouser, e foi também um dos primeiros discos de rock a ser lançado em estéreo.

Eddy emplacou quinze singles em uma lista Top 40 e vendeu mais de 100 milhões de discos, tornando-se um dos maiores instrumentistas do rock.

8 Jerry Lee Lewis




Diga o que quiser sobre as escolhas de Jerry Lee Lewis "estilo de vida”, mas por favor note que a minha admiração por esses caras é focada em sua contribuição duradoura para a história do rock, e não necessariamente sua vida pessoal. Eu certamente não acho que isso é legal, Lewis se casou com sua prima de 13 anos, Myra quando tinha 23 anos, nem a maioria dos fãs, uma vez que despertou muita controvérsia e praticamente parou a sua carreira.

Dito isto, no seu auge, ele realmente foi "The Killer", com o seu estilo frenético e dinâmico no piano e vocal turbulento iluminou o palco. Sua rigorosa educação religiosa era uma fonte de conflito para ele - sua mãe o matriculou na escola bíblica, mas foi expulso e ele sempre considerou o seu rock and roll um chamado para ser a música do diabo. Ele cresceu ouvindo música gospel e começou a tocar piano aos 8 anos de idade.

Assinado por Sam Phillips da Sun Records, seu primeiro single foi um tempo de cobertura de Armas estrela country Ray Price Crazy em 1956, mas romperam em 1957, com Whole Lotta Shakin 'Going On bater o número 3 nas paradas de rock, e Great Balls of fire atingindo o número 2. Sua carreira estava subindo, mas enquanto estava em turnê na Inglaterra, a imprensa britânica descobriu sobre seu casamento com Myra e comeu ele vivo.

A turnê foi cancelada, e ao retornar aos Estados Unidos, descobriu que suas canções foram proibidas de tocar.

7 Little Richard




Richard Wayne Penniman, conhecido como Little Richard, cresceu na miséria, Penniman foi um dos doze filhos de uma família muito unida, religiosa e musical que, muitas vezes realizavam shows em igrejas locais. "Evangelho" foi um grande artista dos anos 30 e 40, tinha um estilo jump blues, assim como o pouco conhecido Eskew Reader Jr. (aka Equerita), cujo estilo alguns poderiam dizer que Penniman copiou na cara dura.

Ele marcha para fora da sequência de hits já clássicos que inundaram as paradas em 1956-1957.

Tutti Frutti, com certeza é a sua música mais conhecida. James Brown e Otis Redding estão entre aqueles que citam ser diretamente influenciado por Little Richard, assim como os astros do rock Bob Dylan, Mick Jagger, John e Tom Fogerty, e os Beatles, que abrange um número de suas músicas em seus primeiros dias. Paul McCartney disse que, como um jovem fã, ele, sempre quis cantar como Little Richard.

No final de 1957, no auge de sua popularidade, Little Richard muda totalmente e decide encerrar a carreira do rock and roll para gravar música gospel e se matriculou no colégio da Bíblia para se tornar um pastor evangelista.

Ele voltou para o “rock da igreja” e ao longo dos anos, gozou de popularidade sustentada.

6 Buddy Holly





Quase todos (que curtem história) estão familiarizados com trágico acidente aéreo em 03 de fevereiro de 1959 que tirou a vida do amado Buddy Holly, juntamente com colegas músicos Ritchie Valens, JP Richardson (também conhecido como The Big Bopper), e o piloto Roger Peterson, uma vez que viajavam entre os shows de uma turnê de inverno.

Mas, em uma carreira de cerca de 20 meses, Buddy Holly deixou um legado de clássicos do rock e foi uma grande influência para praticamente todos os aspirantes a rock.

Nascido e criado em Lubbock Texas em uma família musical, Charles Hardin Holley (depois mudou para Holly) em idade precoce pegou o violão, violino e piano, e cantou no coro da igreja e da escola.

Quando adolescente, formou o Ocidente Buddy & Bob Bop banda formada com alguns amigos do colégio, realizando shows em lugares próximos a sua casa foi convidado a se apresentar em um programa de rádio local. A estação também promoveu shows de rockabilly no país (U.S.A) e na região.

Ele foi um inovador no estúdio, utilizando técnicas de rastreamento de canal e também brincando com orquestração. Holly (como Elvis) ajudou a diminuir a distancia entre o público americano de cor branca e negra. Ele foi um dos primeiros (possivelmente o primeiro) artista branco no histórico Harlem's Apollo Theater. Lennon e McCartney também citaram Holly como uma grande influência, e os rapazes de Liverpool dizem ter pensado em Holly na hora de escolher o nome Beatles.

5 Gene Vincent





Nascido Eugene Vincent Craddock, o legado de Gene Vincent vai ser sempre definido por uma música monumental, 1956's Be-Bop-A-Lula, que é considerada uma das canções mais emblemáticas da história do rock. Tudo isso porque ele sofreu um acidente de moto em 1955, pouco antes de embarcar em uma viagem de seis anos para o temido quartel americano, ainda bem que não fomos privados dessa obra prima. Foi enquanto se recuperava em um hospital da Marinha dos EUA que Vincent, um guitarrista desde a sua adolescência, conheceu Donald Graves paciente e companheiro, que co-escreveu a canção com ele.

Vincent acabou comprando os direitos da música de Donald por menos de US $ 50. Assim Vincent atirou-se na música, tocando músicas para uma estação de rádio local em sua cidade natal de Norfolk Virgínia, formou uma banda que se chamava Blue Caps e teve um grande sucesso com ela.

Não se pode falar sobre os Blue Caps, sem mencionar o brilhante Cliff Gallup na guitarra. Sua passagem com a banda foi curta, ele tocou em cerca de 40 canções no início do catálogo Blue Caps, mas que foi suficiente para estabelecê-lo como um dos melhores guitarristas do rock. Jeff Beck em particular, cita Gallup como uma grande influência, e em 1993 ele lançou um álbum de Vincent como um tributo a Gallup. Infelizmente não consegui encontrar nenhum clipe do Blue Caps com Gallup...

Vincent entrou para o Hall da Fama do Rock em 1998. Infelizmente, anos antes, ele estava atormentado por dores crônicas e alcoolismo, e morreu de uma úlcera de estômago em 1971 com 36 anos de idade. (triste né?)

4 Eddie Cochran



Influenciado por grandes nomes da guitarra, como Joe Maphis e Chet Atkins, Eddie Cochran, começou a carreira musical no estilo country, em parceria com o cantor Hank Cochran (nenhum parentesco) como The Cochran Brothers. Depois de ver Elvis tocar  em um concerto de 1956, Eddie mudou para um estilo mais rock, e os irmãos logo se dividiram, então Eddie, descobriu sua verdadeira vocação. Sua descoberta veio em 1956 quando ele tocou a música 20 Flight Rock no filme The Girl Can.

Os Cochran escreveram vários sucessos, sua maior compisição foi Summertime Blues. Seu uso de overdubbing técnicas no estúdio em canções como Summertime Blues, assim como C, Everybody ÄôMon foi inovadora na época. Infelizmente, sua carreira foi interrompida quando, em 1960 na idade de 21 anos, ele foi morto em um acidente de trânsito enquanto estava em turnê no Reino Unido. Também no carro com Eddie Cochran estavam, a namorada Aos Sheeley Sharon, que saiu ilesa, e Vicent, que sofreu uma fratura na perna (a mesma perna que  já estava machucada de seu acidente de moto anterior).

O legal desse cara aqui é que ele conseguiu impressionar até mesmo o jovem Paul McCartney e o memorável John Lennon, agora pasmem, ele até ensinou Lennon a tocar alguns acordes...

3 Bo Diddley






Ellas Otha Bates nasceu em McComb Mississippi em 1928, foi adotado e criado por um primo de sua mãe, o que resultou em uma mudança de nome: Ellas McDaniel. As histórias variam quanto à forma como ele adquiriu o apelido de Bo Diddley, Bo diz que ele mesmo não se lembrava como ganhou esse apelido. Inicialmente tocava violino, Bo mudou de rumo depois de ver uma performance do bluesman John Lee Hooker. Também conhecido como "O Criador" devido ao seu papel na evolução/fusão do blues para o rock. Ele fez uso extensivo de reverb, tremolo, e distorção, o que foi inovador na época.

Bo projetava suas próprias guitarras, e de 1959 em diante, ele virou uma figura conhecida chegando a estampar "caixas de charutos" corpo Gretsch personalizado que ele carinhosamente chamava de "Big B". Mais tarde, ele encomendou uma guitarra australiana, essa guitarra era toda encorpada e ele apelidou de "A Máquina do Meio". Bo é também reconhecido como sendo um dos primeiros artistas de rock do sexo masculino que tocava com mulheres na banda, mais notadamente A Duquesa (Norma Jean-Wofford) e, posteriormente, Lady Bo (Peggy Jones).

Seu primeiro single foi em 1955 com o lançamento do lado-A duplo em sua canção de mesmo nome Bo Diddley. Muito tempo passou e muitas músicas depois , quando não havia mais batidas enormes, clássicos como o Roadrunner e Who Do You Love se tornaram clássicos do rock and roll. Bo abrange influenciou muitas bandas conhecidas e músicos famosos como, os Stones, The Who, The Animals, Eric Clapton, Jimi Hendrix, Billy Gibbons, George Thorogood e até AC / DC.  Ele morreu tranquilamente em casa 02 de junho de 2008 na idade de 79.

2 Carl Perkins



Carl Lee Perkins cresceu pobre na sujeira em uma plantação de algodão, perto da pequena cidade de Tiptonville, Tennessee, ao lado dos trabalhadores, foi exposto à música gospel e aprendeu a tocar guitarra com uma mão ( =O ) no campo com idosos. Ele era um adolescente, formou uma banda com seus dois irmãos. A Perkins Brothers Band e logo se tornou uma das bandas mais populares dos bares locais. Um grande fã de Bill Monroe, foi indicado para gravar com a Sun Records em Memphis, com a audição feita por Sam Phillips. Lá, ele cantou uma única música escrita quando ele tinha 14 anos, chamada Magg Movie, que teve um impacto mínimo. Nessa época, Elvis deixou a Sun e foi para a RCA e Phillips, Perkins precisava  prosseguir então investiu mais no rock, o que resultou em sua gravação e sucesso, uma de suas músicas mais conhecidas hoje é um clássico chamado Blue Suede Shoes. Era 1956 e esta música fez com que Perkins subisse para o numero um das rádios, e pasmem ele foi o primeiro dessa geração toda a vender mais de 1 milhão de cópias com uma unica música. 

Perkins e sua banda estavam prontos para capitalizar essa atenção nacional, com shows alinhados no Ed Sullivan e programas de televisão como o de Perry Como, mas a caminho de Nova York, eles se envolveram em um grave acidente de trânsito quando o condutor do carro que eles estavam  acabou dormindo e perdendo o controle. O motorista foi morto, e Perkins sofreu um traumatismo craniano e fratura no braço. Seu irmão Jay teve o pescoço quebrado, e embora ele não tenha ficado paralisado, nunca se recuperou totalmente.

Em 1957 o clipe que eu escolhi aqui, você pode ver Jay de volta no palco tocando guitarra, mas ainda em uma “cinta de garganta”, e ele iria morrer de complicações da lesão apenas um ano depois. Como se não fosse suficiente para os Irmãos Perkins, eles viram Elvis gravar sua própria versão de Blue Suede Shoes no programa de televisão Dorsey Brothers. A canção se tornou "hit” chegando ao 3 lugar no top 20 americano. Mais tarde se tornou membro da banda de Johnny Cash, e até escreveu um sucesso para ele. Apesar de nunca mais ter atingido o mesmo tipo de sucesso, Perkins, conseguiu o seu lugar na história da música.

Todos os quatro Beatles eram grandes fãs de Perkins, e eles gravaram covers de suas canções. George, em particular cita o “estilo Perkins” como uma grande influência, e Paul disse certa vez: "Se não houvesse Carl Perkins, não haveria Beatles".


1 Chuck Berry






Em minha opinião, Chuck Berry é o músico de rock mais influente de todos os tempos. Culpa do Muddy Waters, que convenceu Berry aproximar de Leonard Chess Chess Records para uma audição, o que levou à sua gravação de Maybellene em 1955. Essa canção número 1 na Billboard R & B charts, vendendo mais de um milhão de cópias. Sua extensa discografia inclui clássicos como Roll Over Beethoven, Too Much Monkey Business, Rock and Roll Music, Carol, Sweet Little Sixteen, Little Queenie, e, claro, Johnny B. Goode.

Assim, muitos artistas famosos cobriram de elogios Berry pelo seu trabalho ao longo dos anos que não vou nem tentar enumerá-los pois foram muitos trabalhos. Ted Nugent disse certa vez: "Se você não sabe todas as de Chuck Berry, você não pode tocar a guitarra do rock". Confira este clipe de Roll Over Beethoven.

Os Rolling Stones eram grandes fãs e, citam Berry como principal influência. O primeiro single dos stones foi uma versão de Berry, Come On. Infelizmente carreira de Berry acaba com alguns remendos ásperos, sobre alguns assuntos pessoais, mas como eu mencionei antes, agora eu só estou focado em suas músicas, e suas contribuições ao rock and roll. E é por isso que deixo Chuck Berry no número 1 desta lista.

19 Reactions to this post

Add Comment
  1. Clarissa disse... 1 de outubro de 2010 00:41

    Tudo intriga da oposição.. Nunca existira alguém como o Elvis! Ele é o Rei para todos os tipos musicais, ñ somente o Rock. A voz dele foi comparada como a de um tenor. Criar letras, qualquer um cria. Ser Rei é para poucos. Ñ HÁ ESPAÇO PARA AMADORES!

  2. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 02:20

    bacana demais este post, parabens

  3. ninhodamente.com.br disse... 1 de outubro de 2010 04:32

    Cara, que matéria FODA! Difícil achar coisa boa assim hoje em dia. Parabéns! Virei seguidor.

  4. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 06:11

    Muito bom, litlle richards é o verdadeiro inventor do rock! Na época era comum eles fazerem covers uns dos outros.

  5. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 08:02

    grandes nomes, mas jámais tera alguem com a versatilidade para a musica como teve Elvis, um verdadeiro genio em todos os sentidos.

  6. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 08:27

    Primeiro....antes de postar uma merda de post desse, procure se informar....Esses são cantores e bandas, que servirão de inspiração para Elvis, tanto que há várias músicas destas bandas e cantores que elvis regravou.

  7. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 09:40

    Certamente tem muita musica boa na mesma epoca do elvis, mas NENHUM deles fez tanto sucesso, foi tão carismatico e tão irreverente do que o elvis. ele é o artista morto que vende mais discos e isso até hoje.
    No aniversario de sua morte, milhares fazem romaria até a Mansão de Graceland.
    Elvis foi sem duvida o maior de todos.

    Não adianta inventar moda.

  8. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 10:49

    Elvis eh REI. Nao adianta colocar roqueiros na lista... escreveram musica... blablabla GRANDE BOSTA. Elvis mudava a musica totalmente deles deixando-a BEEEEEM MELHOR.

  9. Michele disse... 1 de outubro de 2010 11:37

    Ãhan Cláudia, senta lá...


    Só existe um rei. Elvis é insuperável.

  10. Guto disse... 1 de outubro de 2010 12:29

    Gostei do post!!
    Na minha humilde opinião concordo com escolhidos da lista. Mas, eu incluiria Johnny Cash também.

  11. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 13:06

    Criar letras qualquer um cria é foda ein Clarissa. Hahaha.

    Enfim, ótimo post. Como o rapaz comentou, difícil mesmo achar matéria de qualidade nos blogs de hoje dia, principalmente de música e cinema.
    Parabéns.

  12. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 13:37

    Nossa adorei o post, mas vc disse q o Jerry Lee Lewis se casou com O PrimO?! Myra Brown era sua primA (no gênero feminino), tiveram até um filho.

  13. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 14:07

    Elvis não passa de um ladrão de Músicas, e o mais foda é o Jimmy Hendrix

  14. Nós Três disse... 1 de outubro de 2010 15:43

    Obrigado :) já corrigi o erro de grafia ali :)

  15. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 15:52

    Pobre povo brasileiro, credor dos produtos americanos.

    Elvis foi criado e morto pela mídia. Um bundão que quando tentou esticar as asinhas, sumiu.

    - Estes caras na lista ai em cima, seguraram a barra sozinhos apoiados na genialidade.

    SHOW DE MATÉRIA!!!

  16. Anônimo disse... 1 de outubro de 2010 19:14

    Buddy Holly e Chuck Berry são fodas

  17. Rêe Reis disse... 1 de outubro de 2010 21:18

    Top 10 Rockers que são melhores que Elvis
    ?????
    Seu título foi apelativo, mas não fez tanto sucesso no "ocioso".

    Tudo bem que Elvis não escreveu quase nenhuma música de sucesso, mas dane-se, uns vem pra compor e a voz é um lixo, outros, como o Elvis, tem a voz linda, perfeita e canta com emoção e ele é um verdadeiro cantor e rei.

    São artistas legais esses que você mencionou e dedicou linhas, mas nenhum se compara e muito menos é melhor que o Elvis.
    Chuck Berry é legal, gostei desse Richard, não conhecia. Jhonny Cash talvez é o que mais se aproxima do Rei e não está nessa lista. Como assim? Rs

    Essa é a sua opinião no seu blog, não posso e nem quero muda-la!:}
    Mas pelos comentários da pra ver que a maioria concorda que o Rei do Rock, é o Elvis.

    Agora pro Anônimo, esse sim é bundão.
    "Credor de produtos americanos", aham, senta lá Claúdia, você deve ser super Nacionalista né?
    Pelo seu jeito de resmungar deve ser aqueles que adoram falar mal dos Estados Unidos, do capitalismo, mas também adoram falar mal do Brasil, do povo brasileiro e também de outros povos. Você deve ser a tipica pessoa que ADORA FALAR MAL DE TUDO. Recalque?
    Não tem bom senso pra analisar e muito menos pra expressar e dar sua opinião.

    O post ficou legal até, seu blog parece bom.
    :}

  18. Anônimo disse... 2 de outubro de 2010 12:21

    Todos eles são grandes e exerceram grande influência em todo rock dos 60's,dos Beatles aos outros, só esqueceram de dizer que o Elvis tinha um grande conjunto atras dele, que eram os Jordanaires !! VC ACERTOU EM CHEIO EM TODOS ELES !! Edu

  19. Anônimo disse... 19 de novembro de 2010 23:43

    Ahhhahaahaaha voce nao vive neste mundo esses caras ai criaram uma ou duas musissicas k so da para ouvir os instromentos nao a voz emquanto k elvis as cantou e deu vida a elas se n hoje nimguem imaginaria k elas isistissen para n falar da imagem de elvis k infelecionou todo o mundo e essa foi elle k a criou .elvis tinha karisma e uma grade voz jamais ouvida ate hoje

Postar um comentário

Seguinte!!

Algumas dicas Básicas:

* Discussões que não tem nada a Ver com o Post não serão aceitas

* Por Favor, sem Xingamentos

* Não peça Ajuda a Sua Mãe Para Comentar AQUI!!

* Pra comentar é muito fácil. Basta escolher o perfil escrever o que quiser e enviar o comentário pra mim :) Simples né?

Nota: Todos os comentários dessa postagem não refletem a opnião dos administradores. O sistema de comentários é uma forma de comunicação da equipe com os usuários.

LEMBRANDO: VOCÊ PODE ME SEGUIR NO TWITTER CLICK AQUI

Não me responsabilizo pelas coisas postadas aqui...

Related Posts with Thumbnails