quarta-feira, agosto 05, 2009

Tirinha de Chico Bento com palavra de baixo calão derruba secretário

Depois de meses na corda bamba, o secretário estadual de Educação, Adeum Sauer, foi demitido do cargo na terça-feira (4) pelo governador Jaques Wagner.

A decisão, segundo o governo, seria para fazer ajustes administrativos. Mas o estopim para a queda de Sauer, de acordo com fontes do governo, foi a publicação de um quadrinho da Turma da Mônica na revista Viva!, patrocinada pela secretaria e distribuída a professores da rede estadual de ensino com uma palavra de baixo calão.


Versao original!!


Modificada pela secretaria da EDUCAÇAO...

No seu lugar assume o professor Osvaldo Barreto Filho, que atualmente é assessor da Reitoria da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e é membro do Conselho de Administração da Fundação Luis Eduardo Magalhães (Flem).

Quando o assunto do quadrinho veio à tona, Sauer afirmou que nenhum aluno recebeu a revista e que os professores eram “inteligentes o suficiente” para entender que a publicação do palavrão foi um erro. Dez mil exemplares circularam com o xingamento, e o restante da publicação recebeu um carimbo na tirinha.

Sequência

Desde o início do governo Wagner, Sauer enfrenta críticas à sua gestão. Logo no primeiro ano, o secretário encarou uma greve dos professores estaduais,que durou 55 dias.

Além disso, denúncia de favorecimento da esposa do secretário foi motivo de críticas. Na época, a secretaria contratou a Faculdade do Sul (Facsul), com sede em Itabuna, para a formação de bolsistas, visando a implantação do Programa Especial de Alfabetização de Jovens e Adultos, conhecido como Topa – Todos pela Alfabetização.

A esposa de Sauer, Andréa Sauer, é coordenadora do curso de serviço social da instituição. O último problema enfrentando pela pasta foi a greve dos terceirizados, realizada no final de julho, por conta de salários atrasados. A falta de professores na rede estadual também foi motivo de protestos da categoria ao longo da sua gestão.

Adeum Sauer destaca projetos

Adeum Sauer permaneceu na gestão durante dois anos e sete meses. Sauer foi indicação pessoal do governador Wagner por conta do trabalho desenvolvido na Secretaria de Educação de Itabuna, na gestão do agora deputado federal Geraldo Simões (PT).

O ex-secretário agradeceu a permanência na pasta e destacou as ações de combate ao analfabetismo, através do Topa, educação profissional, o programa de formação de professores e a reforma da rede física de ensino como principais pontos da sua gestão na secretaria.

Novo secretário é professor da Ufba e filiado ao PT

Osvaldo Barreto Filho é filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT) e participou do momento de transição do governo para Jaques Wagner. Ele possui graduação em economia pela Ufba, especialização em planejamento pela Universidade Federal de Minas Gerais e mestrado em administração também pela Ufba.

Barreto foi diretor da Escola de Administração da Universidade Federal e atualmente é assessor especial do reitor, Naomar Almeida . Na função, Barreto atua na articulação da criação do Parque Tecnológico junto ao governo do estado.

Em seu primeiro pronunciamento, o novo secretário disse que os projetos da antiga gestão terão continuidade. “O que lastreia a minha vida é o foco no organismo da gestão, e o meu desejo é fortalecer mais a gestão na escola, na educação de base e profissional”, afirmou.

Oposição comemora decisão tomada pelo governador

O Democratas comemorou a decisão do governador Jaques Wagner (PT) de demitir o secretário da Educação, Adeum Sauer. O deputado ACM Neto (DEM), que ingressou no Ministério Público da Bahia (MPE) com uma ação por improbidade administrativa contra o secretário, em função da falta de professores nas escolas, afirmou, em Brasília, esperar que a demissão seja seguida de ações que melhorem a situação da educação na Bahia.

“Esperamos que a demissão seja apenas o primeiro passo para uma reformulação de todo o setor. Afinal, estamos vendo escolas sem professores e sem infraestrutura”, disse Neto.

De acordo com a avaliação do deputado, o déficit de professores na rede estadual de ensino prejudicou o ano letivo dos estudantes dos ensinos fundamental e médio em todo o estado.

(notícia publicada na edição impressa do dia 05/08/2009 do CORREIO)

0 Reactions to this post

Add Comment

    Postar um comentário

    Seguinte!!

    Algumas dicas Básicas:

    * Discussões que não tem nada a Ver com o Post não serão aceitas

    * Por Favor, sem Xingamentos

    * Não peça Ajuda a Sua Mãe Para Comentar AQUI!!

    * Pra comentar é muito fácil. Basta escolher o perfil escrever o que quiser e enviar o comentário pra mim :) Simples né?

    Nota: Todos os comentários dessa postagem não refletem a opnião dos administradores. O sistema de comentários é uma forma de comunicação da equipe com os usuários.

    LEMBRANDO: VOCÊ PODE ME SEGUIR NO TWITTER CLICK AQUI

    Não me responsabilizo pelas coisas postadas aqui...

    Related Posts with Thumbnails